Com pacientes ‘de fora’, ocupação em ‘UTIs Covid’ aumenta em CG

O município de Campina Grande registrou nesta segunda-feira (01) um expressivo aumento no número de pessoas ocupadas em UTIs para tratamento da covid-19.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, 65% das vagas em UTIs (SUS e rede privada) estão ocupadas na cidade. Há 10 dias essa taxa era de 44%.

Segundo dados oficiais, 40% dos pacientes internados nas UTIs do Complexo Pedro I são oriundos de outros municípios do Estado. Ao todo, 72 pessoas estão internadas em UTIs dos hospitais de Campina Grande, das quais, 42 são de outras cidades da macrorregião.

O prefeito Bruno Cunha Lima já anunciou que prepara uma reunião urgente com os gestores das cidades referenciadas com Campina Grande para pedir que sejam adotadas,  nestes municípios, medidas para frear o aumento de casos de covid-19.

Em Campina Grande foi publicado nesta segunda-feira (01) um novo decreto municipal endurecendo algumas regras sanitárias e ampliando a fiscalização e punição aos que desrespeitarem as medidas.

Blog do Max Silva