Governador se reúne com setor produtivo e visita visita instituições filantrópicas de CG

Foto: Secom/PB

O governador João Azevêdo realizou, nesta quarta-feira (7), uma série de visitas a instituições filantrópicas e de reunião com representantes do setor produtivo na Associação Comercial de Campina Grande (ACCG), ocasiões em que discutiu parcerias e apresentou as ações do estado para fomentar a economia e a geração de emprego e renda.

Na ACCG, o chefe do Executivo estadual detalhou aos representantes do setor econômico da Rainha da Borborema os investimentos que serão realizados para a construção do Centro de Convenções do município, onde serão injetados R$ 120 milhões, dos quais R$ 72 milhões serão de recursos do tesouro estadual.

“O equipamento foi aprovado recentemente pela Caixa Econômica e na próxima semana estaremos recebendo a autorização para licitar a obra, que será um marco extraordinário para o segmento de eventos de Campina Grande, que já tem um grande potencial”, frisou.

O gestor também evidenciou as ações desenvolvidas pelo estado para ajudar as pessoas em situação de vulnerabilidade social e os pequenos e médios empreendedores durante a pandemia, bem como o pacote de obras de infraestrutura viária para impulsionar o desenvolvimento de diversas regiões da Paraíba.

João Azevêdo também esteve no Instituto São Vicente de Paulo, que acolhe 75 idosos e já possui uma parceria com o Governo do Estado, por meio do projeto Acolher, voltado ao atendimento de idosos institucionalizados.

Ele ainda visitou a Casa da Criança Doutor João Moura. A instituição filantrópica funciona como creche-escola em tempo integral e atende mais de 270 crianças de 0 a 6 anos.

Durante a pandemia, a entidade manteve a assistência às famílias, com o fornecimento de cestas básicas, kits de higiene, material pedagógico, além da disponibilização de aulas virtuais.

Em Campina Grande, o governador esteve no Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa (Help) que realiza atendimentos filantrópicos e para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Blog do Max Silva
Foto: Secom/PB

Cerca de 240 pessoas são atendidas diariamente no local que disponibilizará, inicialmente, 300 leitos, dos quais 40 serão de Unidades de Terapia Intensiva, e 22 salas de cirurgia.

No local, ele foi recebido pelo chanceler da Unifacisa, Dalton Gadelha, que apresentou as instalações do empreendimento que tem uma área de construção de 300 metros quadrados.

“Tivemos uma reunião na Associação Comercial de Campina Grande onde discutimos com diversos segmentos produtivos as questões referentes à retomada da economia, a partir da ampliação da vacinação, visitamos instituições que já têm uma parceria com o estado e que serão ampliadas em função das demandas existentes e o Hospital Help que já presta serviço aos paraibanos em uma estrutura de alta qualidade”, comentou o gestor.