PT-CG já tem data para decidir sobre candidatura própria ou alianças

Foto: Blog do Max Silva

O Partido dos Trabalhadores (PT), historicamente conhecido por suas inúmeras correntes internas, classificadas como tendências, se divide novamente em Campina Grande este ano referente às eleições municipais.

Um grupo defende que o partido saia com candidatura própria, com o nome do professor Márcio Caniello para concorrer ao cargo de prefeito da cidade.

No entanto, outra corrente, liderada pelo presidente municipal do partido, professor Hermano Nepomuceno, defende uma articulação com partidos que integram o “Fórum Pró Campina”, em especial com o PCdoB.

Há diálogos entre as direções municipais e estaduais dos dois partidos a fim de debater uma possível junção em torno da pré-candidatura do deputado Inácio Falcão (PCdoB), onde o PT indicaria o nome para compor como vice.

A decisão sobre os rumos da legenda acontecerá no dia 05 de julho em uma reunião do diretório municipal, onde os 36 membros vão definir qual será o caminho do partido em Campina Grande.

De acordo com Hermano Nepomuceno, essa decisão ainda terá que ser avaliada pela executiva nacional. Ele explicou em contato com o blog que a “prioridade máxima do partido” este ano é a chapa proporcional, para conquistar assento no Parlamento Municipal.

ANUNCIANTE